Toc, toc. Tem alguém aí?

ALOU! Alguém por aí ainda? Pois é, eu voltei e venho explicar (para mim mesma) o porquê do sumiço.

2013 acabou de um jeito exausto. Foi um ano maravilhoso para mim, mas cheio de novas responsabilidades. Quando chegou dezembro, eu estava contente porque dei conta de vários desafios que eu não imaginava. Só que ainda tinham algumas últimas coisas para finalizar. Tipo: fazer acontecer a “festa da firma”, na empresa que eu trabalho, com comida-bebida-balões-dj-e-decoração. Ufa, como dá trabalho ser a mocinha-do-marketing!

Quando realmente as férias começaram, eu fui viajar para Fortaleza e Jericoacoara. Foram 10 dias muito gostosos, longe de internet, de televisão e de computadores. Eu conheci praias maravilhosas, fiquei em contato com a natureza, conheci gente diferente de mim e um estilo de vida que quero adotar (nordeste, me espere, um dia vou morar aí!). Foi bom para colocar um pouco de silêncio dentro da cabeça e do peito.

Imagem

Pensei em muita coisa por lá, de um jeito calmo e sem pressa em achar soluções. Fiz algumas promessas para a Natália de 2014 e pensei também no projeto do blog, em como eu gostaria de me dedicar a ele e o que eu gostaria de fazer nesse espaço. Para mim, sabem? Não para agradar ninguém.

E olha, descobri como sou exigente comigo mesma! WOW. O que eu menos quero é que aqui se torne um lugar comum, como todo e qualquer blog que fala sobre moda-beleza-comportamento-maquiagem-culinária. NÃO! Eu quero que este seja um diário das coisas bacanas que eu faço & sei, e posso compartilhar com mais gente.

Não quero deixar de trazer minhas dicas de roupinhas baratas, até porque pelo menos uma vez por semana alguém me pergunta onde eu comprei tal coisa, mas não quero me limitar só a isso. Vocês entendem?

Ainda não defini muito bem qual vai ser a linha do blog. Talvez eu não defina. Sei que eu quero falar dos livros que eu leio e li, falar de moda acessível sim, de passeios legais que a gente pode fazer gastando nada ou quase nada. Não quero falar de maquiagem. Não quero cagar regras. Quero só guardar minhas inspirações, meus dias e meus 22 anos por aqui.

Espero que alguém ainda me leia. (:

 

Um grande beijo (estava com saudade de vir aqui), Natis.

Olá!

Olá, este é o primeiro post do “Achismos & Achados”.

O blog é um projeto que estava há meses no período de gestação, dentro da minha cabeça. Eu sempre quis compartilhar os assuntos e as coisas legais-e-divertidas-que-acho-por-aí-com-um-preço-ok, mas algumas coisas me impediam. Tipo:

1)      Sou formada em jornalismo. Isso significa que convivo, nas redes sociais, com um monte de gente chata, ávida por criticar as coisas que escrevo e a forma como eu vivo;

2)      Meses atrás eu estava em um trabalho que consumia toda minha criatividade;

3)      O blog não tinha um nome legal (não sei se ainda tem, mas resolvi arriscar);

4)      Eu estava com preguiça de me dedicar à alguma coisa, mas agora a vontade de compartilhar conhecimento-sobre-coisas-dispensáveis aumentou.

Pronto. Agora toda a sociedade das interwebs sabe o porquê de eu não ter feito o blog antes, mas e o motivo para fazê-lo agora? Simples: decidi compartilhar meus achados – afinal, só os achei porque alguém compartilhou essas dicas comigo.

É isso: o blog é um espaço para eu compartilhar meu jeito de “criar moda” sem gastar uma fortuna. Porque vestir-se bem não é TER QUE TER todas as últimas tendências, nem ser uma louca-consumista-desvairada.

Também quero compartilhar os passeios culturais que faço por aí sem gastar nada (ou quase nada). Os livros que encontro por preços bons, em promoções e sebos, e as viagens que quero fazer dessa mesma forma.

Vida longa ao blog e à ins(piração)!